Le Toiny e GoldenEye têm novos chefs e menu saindo do forno

Dois hotéis da América Central capricharam nas novidades para transformar a hospedagem de seus hóspedes ainda mais inesquecível.

Renovação gastronômica foram as palavras de ordem em dois dos hotéis que fazem parte da TL Portfolio. Localizados mais ou menos próximos, ali na América Central, tanto o GoldenEye, na Jamaica, quanto o Le Toiny, em St Barth, capricharam nas mudanças para trazer novidades deliciosas aos seus hóspedes. Confira:

|Le Toiny

O hotel de selo Relais & Chateaux reabre em outubro e terá a frente do restaurante Le Toiny o chef Jarad McCarroll. Seus pratos traduzem muito do conceito do hotel, já que são refinados e elegantes e agradam em cheio aos olhos e ao paladar. McCarroll estudou na Suíça, ganhou uma competição internacional de culinária, trabalhou no Ritz em Londres e em dois restaurantes de estrelas Michelin, o Harwood Arms e o Kitchen W8, antes de ingressar ao Le Toiny. Os clientes podem esperar um menu sazonal, com ingredientes orgânicos e muito saborosos, incluindo o melhor brioche da ilha!

Outra novidade dessa reabertura é o novo Beach Club do Le Toiny. Esse espaço superexclusivo e divertido, disponível para os hóspedes desfrutarem de um perfeito dia de praia, terá uma cozinha bem moderna com comidas fáceis de fazer e bastante saborosas. Destaque total para os ingredientes e suas diferentes maneiras e técnicas de preparo. Além disso, uma seção especial do menu será completamente dedicada aos alimentos grelhados, preparados na churrasqueira.

LeToiny (Foto: Divulgação)

LeToiny (Foto: Divulgação)

|GoldenEye

Já nas terras jamaicanas quem assume as panelas é o chef Tim Kensett que acaba de reformular completamente o cardápio do restaurante The Gazebo. De origem britânica, Tim se interessou pela gastronomia cozinhando com sua avó, se especializou e coleciona experiência em restaurantes de chef estrelados pelo guia Michelin, como Lawrence Keogh, Phillip Howard e o The River Café, que por 30 anos foi a meca da culinária italiana em Londres. Essa experiência o levou a trabalhar em Nova Iorque, onde conquistou o paladar de Chris Blackwell e lhe rendeu o convite para ser chef executivo no GoldenEye.

Tim traz para o The Gazebo uma cozinha mais descomplicada, feita com ingredientes frescos cultivados por produtores locais como queijos artesanais, peixes da região, frutas e ervas. Em seus pratos, esses ingredientes brilham para que os hóspedes possam sentir o sabor regional e experienciar a Jamaica verdadeiramente. “A culinária jamaicana é feita com base na necessidade, no desejo de viver intensamente, fazer tudo o que é possível, como o povo jamaicano vive. Essa filosofia faz parte da comida que os visitantes devem experimentar por aqui e está na base do que estou cozinhando no GoldenEye”, comenta Tim.

*Com informações da TL Portolio

Tags:  

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>